Segunda-feira, 14 de Agosto de 2017

gerações

IMG_5272.JPG

Tia, regresso a casa. No anoitecer azul que vejo da janela do comboio, penso na sua solidão agora eterna. Uma vez mais ao longo da minha vida, o Porto e o Douro ficam mais perto em tempo de perda e recordam-me o tempo em que íamos juntas a Agramonte visitar os nossos.

m. às 01:56
#

fora de prazo

caixa de correio

azulcobalto[at]sapo[dot]pt

© textos & imagens

maria marques
Salvo outra indicação, os textos e as fotografias aqui editados são da autoria de «maria marques», não podendo ser utilizados, total ou parcialmente, sem o prévio consentimento da autora.
#

o seu a seu dono

Creative Commons License